Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Programas Sócio-ambientais

Programa de Educação Ambiental e Sanitária

 

 O Objetivo geral do Programa Educação Ambiental e Sanitária  - PEAS -,  é informar e sensibilizar a sociedade em geral a respeito da sua relação com o meio ambiente, buscando a compreensão da interdependência entre os seus diversos componentes e da possibilidade de uso sustentável dos recursos naturais.

Outro objetivo é a abordagem de temas relevantes para a autonomia da população local, sendo a questão da saúde pública um dos principais temas, uma vez que a região possui diversas comunidades distribuídas heterogeneamente ao longo da rodovia.São portanto comunidades urbanas e rurais, dentre elas, extrativistas, propriedades rurais, assentamentos do INCRA, sem mencionar as industrias madeireiras e de laticínios que integram uma variedade de formas de ocupação e que possuem diferentes atitudes frente à questão de educação sanitária. 

Por meio de ações pedagógicas estratégicas e participativas, o PEAS, pressupõe um processo de aprendizagem onde se possa aliar a consciência da necessidade de uma mudança de conduta a nível pessoal e, num enfoque ampliado, de conduta da sociedade. A utilização dos recursos naturais de maneira sustentável, permitindo processos de renovação e preservação exigindo uma visão integrada e sistemática. Essa visão reflete necessariamente, em termos mais globais, em um sistema de inter-relação e interdependência do homem com a natureza. 

A educação ambiental se constitui numa forma abrangente de educação que se propõe atingir todos os cidadãos, utilizando-se de um processo pedagógico participativo permanente que procura incutir no educando uma consciência crítica sobre a problemática ambiental, compreendendo-se como crítica a capacidade de captar a gênese e a evolução de problemas ambientais. Considerando a Educação Ambiental um processo contínuo e cíclico, o método utilizado pelo Programa de Educação Ambiental e Sanitária - para desenvolver os projetos e os cursos de capacitação - conjuga os princípios gerais básicos da Educação Ambiental (Smith apud Sato, 1995), conforme se segue:

  • Sensibilização: processo de alerta, é o promeiro passo para alcançar o pensamento sistêmico
  • Compreensão: conhecimento dos componentes e dos mecanismos que regem os sistemas naturais;
  • Responsabilidade: reconhecimento do ser humano como principal protagonista;
  • Competência: capacidade de avaliar e agir efetivamente no sistema;
  • Cidadania: participar ativamente e resgatar direitos e promover uma nova ética capaz de conciliar o ambiente e a sociedade.



Mais Programas Sócio-ambientais

Ligue

Titulo Enquete

Enquete