Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Programas Sócio-ambientais

Programa de Revitalização das áreas de Proteção Permanentes – APP’s

 

Prevê-se, para implementação do Programa de Revitalização das áreas de Proteção Permanentes – APP’s, a revitalização da vegetação ciliar por meio do plantio de espécies nativas nos rios que cortam a BR-429/RO. De acordo com o estudo realizado na fisionomia das Matas Ciliares às margens da BR-429, sugere-se a revegetação dessas áreas com determinadas espécies, listadas na tabela a seguir:

 

Nome científico

Nome popular

Família

Rollinia SP.

Araticum da mata

Annonaceae

Aspidosperma SP

Peroba

Apocynaceae

Jacaranda copaia

Caroba

Bignoniceae

Terminalia SP.

Merindiba

Combretaceae

Pera glabrata

Pau-de-leite

Euphrobiaceae

Goupia glabra

Cupiúba

Goupiaceae

Callophylum brasiliense

Jacareúba

Guttiferae

Ocotea SP.

Louro

Lauraceae

Inga SP.

Ingá

Leguminosae

Bertholletia excelsa

Castanha-do-brasil

Lecythidaceae

Cedrela odorata

Cedro

Meliaceae

Alibertia myrcifolia

Marmeleiro da mata

Rubiaceae

Zanthoxyllum rhoifolium

Mamica de porca

Rutaceae

 

A importância da recomposição da mata ciliar, vai além da alimentação da fauna aquática. A mata ciliar também proporciona energia à fauna silvestre e um ambiente para refúgio e desenvolvimento de pequenos animais, isto é, a manutenção do ecossistima. Outra utilização da mata ciliar nativa é como fonte econômica alternativa, como por exemplo, a apicultura ou obtenção de ervas medicinais. 

O programa, justifica-se, pela necessidade de recompor a vegetação ciliar, de forma a devolver ao ambiente as condições favoráveis à manutenção do escoamento superficial, à estabilização dos processos erosivos e à recolonização pela fauna local.



Mais Programas Sócio-ambientais

Ligue

Titulo Enquete

Enquete