Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Campanha “Queimar NÃO é legal!” mobiliza as escolas da Rodovia BR-429/RO

Publicada 17/11/2015

As queimadas e os incêndios florestais estão entre os principais problemas ambientais enfrentados pelo Brasil. No estado de Rondônia a realidade não é diferente. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisa e Estatística (INPE), os dados que apontam os focos de queimadas na região estão cada vez mais alarmantes.

Pensando nisso, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) desenvolveu neste segundo semestre de 2015, por meio do Consórcio Astec/Direção/MRS, através dos Programas de Prevenção às Queimadas e Comunicação Social, a Campanha “Queimar NÃO é legal!”.

As atividades da campanha foram realizadas pela equipe técnica composta por biólogos, engenheiro florestal e bombeiro em seis instituições de ensino situadas às margens da Rodovia BR-429/RO, sendo: E.M.E.I.E.F. Olavo Bilac, E.M.E.I.E.F. Venceslau Brás, E.M.E.F.M. Neusa de Oliveira Bravin, E.P.M.E.F. Vereador João Melo Zeferino, E.F.A. Vale do Guaporé e E.P.M.E.I. Maria Lucinete Firmino Miranda. Durante as palestras ministradas, os alunos receberam informações sobre os perigos do fogo; como acontece sua formação; as diferenças entre queimada e incêndio; importância dos aceiros e legislação ambiental.  

Compreender cada tema das palestras era de suma importância para a segunda etapa das atividades: a gincana com a brincadeira de torta na cara! O jogo foi desenvolvido da seguinte forma: os alunos de todas as escolas foram divididos entre meninos e meninas, cada equipe escolhia um representante para responder a pergunta realizada e então, o participante que respondesse primeiro e corretamente, teria a oportunidade de conquistar um ponto para a sua equipe e não se sujar de torta.

Ao final da Campanha, todos os alunos que não receberam as tortadas, ganharam um brinde. Cada instituição de ensino recebeu dois kits de jogos educativos, banner e troféu como prêmios de agradecimento pela participação na atividade.

É importante destacar que as brincadeiras constituem-se como importantes ferramentas sociais para despertar o interesse dos jovens para causas fundamentais, como a preservação do meio ambiente. Entender a necessidade da diminuição da incidência de queimadas e consequentes incêndios, desde cedo, contribui para a melhoria da qualidade de vida de toda a sociedade. Queimar não é a solução mais apropriada e sem o conhecimento dos órgãos responsáveis é crime. A natureza não pode se proteger sozinha, precisa de você. Faça sua parte!



Voltar