Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

“Unindo forças contra o Aedes aegypti” é realizada na Rodovia BR-429/RO

Publicada 20/02/2019

Enquanto em outras regiões brasileiras vivencia-se o verão, ao norte, onde situa-se o estado de Rondônia, estamos no denominado “inverno amazônico”. O nome contempla o intenso período de chuvas que corresponde aos meses de dezembro a maio principalmente. Porém, com o aumento das águas, algumas doenças também se proliferam com maior intensidade nessa época, como é o caso das que são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti: dengue, zika e chikungunya.

Os nomes parecem difíceis, mas a prevenção é simples: combater os focos do mosquito! Para tanto, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), através do Consórcio Astec/Direção/MRS, por meio dos Programas de Educação Ambiental e Sanitária (PEAS) e Comunicação Social (PCS), desenvolveu a Campanha “Unindo forças contra o Aedes aegypti”.

A equipe do PEAS desenvolveu blitz educativa em todos os municípios ao longo da Rodovia BR-429/RO, sendo: Alvorada do Oeste/RO, São Miguel do Guaporé/RO, Seringueiras/RO, São Francisco do Guaporé/RO e Costa Marques/RO e distritos de Terra Boa/RO e São Domingos do Guaporé/RO com entrega e fixação de adesivos sobre o tema nos veículos e motocicletas.

As recomendações do Ministério da Saúde contemplam a manutenção do domicílio sempre limpo, a fim de eliminar os possíveis criadouros; roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia, quando os mosquitos são mais ativos, proporcionam alguma proteção às picadas e podem ser adotadas principalmente durante surtos. Repelentes e inseticidas também podem ser usados, seguindo as instruções do rótulo. Mosquiteiros proporcionam boa proteção pra aqueles que dormem durante o dia (por exemplo: bebês, pessoas acamadas e trabalhadores noturnos).

Não permita que um mosquito afete a sua saúde e de toda a sua família. Denuncie focos no seu bairro e sensibilize toda a vizinhança para mutirões de combate ao Aedes aegypti. A prevenção é sempre o melhor caminho.

 

Com informações de: Ministério da Saúde



Voltar