Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

Campanha “Proteja a fauna. Salve a biodiversidade!” é executada na Rodovia BR-429/RO

Publicada 27/11/2017

O termo biodiversidade descreve a riqueza e a variedade do mundo natural. Compreende as plantas, os animais e os microrganismos. Assim, devemos considerar o termo em dois níveis diferentes: todas as formas de vida, assim como os genes contidos em cada indivíduo, e as inter-relações, ou ecossistemas, na qual a existência de uma espécie afeta diretamente muitas outras.

De acordo com dados divulgados pela Organização WWF Brasil, o Brasil é considerado o país da "megadiversidade": cerca de 20% das espécies conhecidas no mundo estão em nosso território. Ainda segundo a WWF, a cada ano, aproximadamente 17 milhões de hectares de floresta tropical são desmatados. As estimativas sugerem que, se isso continuar, entre 5% e 10% das espécies que habitam as florestas tropicais poderão estar extintas dentro dos próximos 30 anos.

Assim, pensando na proteção da biodiversidade, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) realizou por meio dos Programas de Educação Ambiental e Sanitária (PEAS) e Comunicação Social (PCS) do Consórcio Astec/Direção/MRS, durante o mês de novembro/2017, a Campanha “Proteja a fauna. Salve a biodiversidade!”.

A equipe do PEAS ministrou palestra aos alunos com foco na caça predatória, atividade ilegal e irresponsável que tem ameaçado de extinção diversas espécies. Além de ser perigosa para os próprios caçadores, a caça pode causar mutilações e uma série de comprometimentos nos animais, que resultam em mortes dolorosas. Quatro instituições de ensino situadas às margens da Rodovia BR-429/RO foram contempladas com a Campanha, sendo: E.M.E.I.E.F. Olavo Bilac, E.M.E.I.F. Venceslau Brás, E.P.M.E.F.M. Neusa de Oliveira Bravin, e E.P.M.E.I.F. Maria Lucinete Firmino Miranda.

Após a palestra, os alunos dividiram-se em grupos para a dinâmica com o jogo da memória. Assim, aprenderam sobre espécies ameaçadas de extinção e já extintas, de forma lúdica. Quatro unidades do jogo foram entregues em cada instituição de ensino para disposição dos alunos, de acordo com as determinações da escola.

O estado de Rondônia possui uma área de mais de 2,2 milhões de hectares de florestas, transformadas em parques e áreas de conservação ambiental. Três possuem proteção integral, sendo: Parque de Corumbiara, Guajará-Mirim e Serra dos Reis. A Região do Vale do Guaporé também é reconhecida por sua rica biodiversidade, sendo habitat natural de diversas espécies. Cabe destacar que o uso indiscriminado dos recursos naturais e a poluição, por exemplo, também acarretam perda significativa da biodiversidade, resultando em queda da qualidade de vida para todos nós. Colabore com a preservação do meio ambiente e garantia de melhores condições de vida pra esta e as futuras gerações.

 

Com informações de: WWF Brasil / Ministério do Meio Ambiente



Voltar